Notícias

Compartilhe:

O plenário da Assembleia Legislativa rejeitou ontem os vetos do Poder Executivo a pontos da LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) para 2021. Em ambos, a CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) emitiu parecer recomendando a rejeição. O veto parcial à LDO foi derrubado com apenas um voto contrário. O Executivo vetou três itens da proposta que deu origem à LDO, aprovada em agosto passado pelos deputados. Os pontos vetados buscavam dar mais transparência às ações dos poderes e órgãos da administração pública estadual, além de estabelecer o limite de até 60 emendas elaboradas pelos deputados ao orçamento estadual, no valor mínimo de R$ 100 mil cada. Na argumentação, o Executivo explicou que tais itens eram estranhos ao projeto da LDO. Com a rejeição, os pontos serão reincorporados ao texto da LDO 2021.

Via ND+ – Coluna Poder – Edição impressa 26/11