Destaque

MP_sindifisco-2634

Compartilhe:

Achilles Cesar Silva
Presidente do Sindifisco-SC

 

Entregue no mês passado, o Prêmio Udesc/Esag de Boas Práticas em Gestão Pública, do qual o Sindifisco-SC é parceiro, consagrou as iniciativas e práticas catarinenses que se destacaram em educação para transparência pública, tecnologias da informação para transparência e qualidade na gestão pública. O compromisso com essas três vertentes é fundamental na hora de se escolher os candidatos nas próximas eleições de outubro.

Em tempos de crise, os problemas da administração pública tornam-se ainda mais complexos diante das inúmeras transformações por que passam a nossa sociedade, tanto no campo econômico quanto tecnológico. Para enfrentar os desafios, é necessário encontrar, dentro e fora da máquina pública, soluções inteligentes e céleres que promovam o trabalho integrado entre os órgãos de governo e a sua permanente interação e parceria com os cidadãos. O bem comum, o interesse e as prioridades das pessoas deve ser o objetivo a ser perseguido.

É preciso reduzir a burocracia e a compartimentalização da administração pública, tornando-a mais acessível e ágil às pessoas que a procuram. O aperfeiçoamento da gestão se dá por meio de investimentos em tecnologias e práticas públicas eficientes que possibilitem o exercício da cidadania em sua plenitude.

Isso, por exemplo, tornar-se-á possível na questão da arrecadação estadual, nos próximos três anos, com a aprovação do Profisco II, que garantiu um financiamento junto ao BID de R$ 50 milhões que serão aplicados na modernização da administração tributária e no desenvolvimento de softwares e aplicativos móveis para uso dos contribuintes. Este fato, aliado ao ingresso de noventa novos Auditores Fiscais, possibilitarão melhorarmos a já excelente performance da Receita Estadual.

No entanto, o dinamismo na gestão pública só se tornará realidade se escolhermos, em 7 de outubro, líderes que tenham a mente aberta aos processos de inovação e também compromisso verdadeiro com as questões basilares da nossa sociedade: educação, inclusão social, trabalho, saúde, segurança pública e sobretudo inarredável responsabilidade com os recursos públicos.