Notícias

central_estrategica_de_compras_20210809_1221968675

Compartilhe:

Uma portaria assinada pelo secretário de Estado da Administração, Jorge Eduardo Tasca, determinou a criação de um grupo de trabalho que fará melhorias nos processos de aquisição estaduais. A ideia é criar uma Central de Compras Públicas, que vai centralizar as compras do Governo, eliminando excesso de processos por vários órgãos e promovendo mais economia aos cofres públicos.Estimativas apontam que a economia pode chegar até 25% nas compras em larga escala.

A central será coordenada pela diretoria de Gestão de Licitações e Contratos, ligada à Secretaria de Estado da Administração (SEA), e foi idealizada a partir de um pedido do próprio governador Carlos Moisés, visando mais eficiência, transparência e economia nas compras governamentais.

“O projeto de criação da Central de Compras caminha lado a lado com alguns dos objetivos do governo catarinense, que são economizar gastos em manutenção para investir em outras áreas. Além disso, vem agilizar e dar mais transparência aos processos de compras públicas”, ressaltou o governador.

 “No Brasil, os gastos com compras públicas chegam a 12,5 % do PIB (Produto Interno Bruto). É um número bem considerável. Por isso, precisamos pensar em estratégias para qualificar o gasto público”, disse a diretora de Gestão de Licitações e Contratos da SEA, Karen Bayestorff.

Projeto apresentado ao governador

Em reunião na Casa da Agronômica, a equipe da diretoria de Gestão de Licitações e Contratos apresentou para o governador Carlos Moisés a proposta de criação da Central Estratégica de Compras Públicas. “Finalizada a etapa de diagnóstico e benchmarking, vamos trabalhar no desenho e implementação da proposta”, informou a gerente da área, Carla Giani da Rocha.

A central vai incorporar, em três etapas, os processos de compras de todos os órgãos do Governo do Estado. “Nossa prospecção é economizar até 25% dos valores em compras públicas”, disse o secretário de Estado da Administração, Jorge Eduardo Tasca.

Os detalhes do projeto podem ser consultados no site da SEA, clicando aqui.

Via Governo do Estado de SC