Notícias

Compartilhe:

O Governo de Santa Catarina recuperou mais R$ 12,2 milhões de reais da compra dos 200 respiradores por R$ 33 milhões efetuada no auge da pandemia. Os recursos foram depositados na última sexta-feira (16) na conta do Fundo Estadual de Saúde.

O montante se soma a outros R$ 2,2 milhões que foram transferidos no mês de agosto. Juntas, as duas operações bancárias representam a devolução de R$ 14,5 milhões do total de valores envolvidos na compra.

A recuperação do recurso do contribuinte catarinense é resultado do trabalho da Procuradoria-Geral do Estado (PGE/SC), que atua no caso desde 30 de abril de 2020, logo após ter sido acionada pelo governador Carlos Moisés.

O procurador-geral do Estado, Alisson de Bom de Souza, destaca que além destes R$ 14,5 milhões, há outros R$ 25 milhões que já estão bloqueados pela Justiça. A Justiça já determinou o bloqueio de imóveis, participações em empresas e dinheiro, além da indisponibilidade (restrição de transferência) de veículos que supera os R$ 38,1 milhões.

Outros mais de R$ 10 milhões estão sendo cobrados judicialmente da empresa importadora. O dinheiro disponibilizado será destinado para investimentos na área da saúde.

A decisão é importante pois representa a recuperação de recursos do contribuinte gastos de forma indevida e que, agora, estão retonando ao erário. Dinheiro que poderá ser utilizado para compra de equipamentos, ampliação de leitos, contratação de enfermeiros, mutirão de cirurgias, enfim, em entregas ao cidadão. 

Crédito na conta
Crédito na conta

(Foto: PGE/Divulgação)
Fonte: NscTotal- Coluna Renato Igor