Notícias

Compartilhe:

Um dia antes de a governadora Daniela Reinehr voltar oficialmente ao comando de Santa Catarina, foram oficializadas nesta segunda-feira (29) as saídas de quatro secretários do governo Carlos Moisés da Silva. A maioria das pastas é de proximidade com o chefe do Executivo, como o caso do secretário da Casa Civil. Eron Giordani, que havia anunciado a saída já na madrugada do último sábado após a decisão do Tribunal do Impeachment.

Além dele, nesta segunda-feira foram confirmadas as saídas do secretário de Articulação Nacional, Lucas Esmeraldino, do secretário de Comunicação, Jefferson Douglas, e do chefe da Casa Militar, André Alves. Todos pediram para deixar o cargo e não tiveram substitutos confirmados até o momento. Isso deve ser feito pela governadora, que assume o cargo no começo da tarde desta terça-feira.

Na Fundação Catarinense de Cultura (FCC), Ana Lúcia Coutinho foi exonerada da função, mas em seu lugar Moisés nomeou Edson Lemes. O governador ainda colocou em sua equipe durante o afastamento nomes que já trabalhavam junto a ele como o chefe de gabinete, Márcio Ferreira, e o subchefe da Casa Civil, Juliano Chiodelli.

Os demais secretários de Moisés vão continuar no cargo até que Daniela decida pelo futuro das pastas.

Via NSCTotal – Coluna Ânderson Silva