Notícias

Compartilhe:

Índice de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) global caiu de 52,9 em março para 52,2 em abril, segundo medição realizada em conjunto por S&P Global e o banco JPMorgan Chase

O índice de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) global caiu de 52,9 pontos em março para 52,2 em abril, de acordo com medição realizada pela S&P Global e o banco JPMorgan Chase, o que significa que a produção industrial global perdeu força no período. O nível do mês passado é o mais baixo desde agosto de 2020.

Entre outros fatores, pesaram sobre o indicador aumento das tensões geopolíticas, interrupções na cadeia de suprimentos e escalada de pressões inflacionárias também, diz a nota da consultoria.

“O PMI da produção industrial caiu acentuadamente em abril sugerindo notável deterioração na indústria global. No entanto, a queda do PMI de abril refletiu principalmente uma queda de 7,9 pontos na China, já que as restrições da covid-19 em vários cidades foram apertadas. Parece que os preços estão novamente em alta tanto em insumos quanto em produtos manufaturados”, destaca a economista da JPMorgan Olya Borichevska.

Os custos de insumos subiram a uma das taxas mais rápidas da história da pesquisa, e as fábricas repassaram isso aos clientes, elevando seus preços a um ritmo recorde. O índice de preços de produção subiu de 74,2 para 77,3, seu maior nível desde que a S&P Global começou a coletar os dados no fim de 2002.

Via Correio Braziliense