Notícias

Compartilhe:

Dois dos três principais setores econômicos do Estado cresceram em julho, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Na série com ajuste sazonal frente a junho, a produção industrial teve alta de 1,9%, o volume de serviços avançou 3,1% e o varejo ampliado, que inclui veículos e materiais de construção, ficou estável, com leve queda de -0,1% na mesma comparação.

Segundo apuração do IBGE, a produção industrial de julho no Estado, cresceu 3,1% frente ao mesmo mês de 2021, no ano caiu 4,5% e nos últimos 12 meses acumula queda de 4%. O maior destaque de produção em julho frente ao mesmo mês de 2021 foi o setor de alimentos, com alta de 2,17%.

O volume de serviços cresceu 6,3% em julho frente ao mesmo mês de 2021, no ano teve alta acumulada de 4,6% e nos últimos 12 meses cresceu 7,5%. O destaque no mês foram os serviços para as famílias, que teve alta de 29,7%, refletindo o avanço dos serviços de hotelaria e gastronomia voltados ao turismo no mês de férias.

As atividades turísticas no Estado lideraram o crescimento nacional em julho frente ao mês anterior, com alta de 9,6% nessa série sem ajustes.

O comércio varejista ampliado, no ano, teve alta acumulada de 3,1% em volume. Na comparação com julho de 2021 caiu -8,1% e nos últimos 12 meses cresceu 2,4%. Os destaques em relação ao mesmo mês do ano passado foram a alta de 27,3% na venda de materiais para escritório e de 21% nas vendas de combustíveis.

A economia catarinense tem apresentado alguns resultados acima da média nacional e outros abaixo, segundo os dados do IBGE dos últimos meses. Isso indica que o Estado vai fechar o ano com crescimento econômico e poderá acompanhar a média nacional. Conforme a pesquisa Focus desta segunda-feira (19), a projeção para a alta do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil este ano é de 2,65%, bem acima dos 0,36% previstos no mês de janeiro. No ano passado, estimativas da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Sustentável (SDE) foram de que o PIB de SC cresceu 8,3%, o dobro da média do país.

Fonte: NscTotal- Coluna Estela Benetti