Notícias

Compartilhe:

Confiante nos impactos positivos das vacinas e sem medo de estragos maiores da variante Delda da Covid-19, o industrial catarinense vê continuidade no crescimento econômico, por isso, pode investir e produzir mais. É isso que indica o resultado do Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI), apurado pela Federação das Indústrias do Estado (Fiesc). Em agosto, o indicador chegou a 65,6 pontos, um pouco acima do nacional, que ficou em 63,2 pontos. Desde abril, esse índice teve quatro altas em SC, com acréscimo de 8,4 pontos percentuais.

O presidente da Fiesc, Mario Cezar de Aguiar, observa que diversos indicadores apontam a retomada do crescimento econômico. Entre os efeitos disso estão problemas de oferta de matérias-primas e pressões de custos, mas o avanço das vacinas está impulsionando o consumo, observa o empresário.

Tanto no Brasil, quanto em SC, mais de 55% da população tomou a primeira dose da vacina contra Covid. O cenário econômico indica maior crescimento de atividades este ano e menor em 2022, principalmente em função de problemas políticos e fiscais.

Via NSCTotal – Coluna Estela Benetti