Notícias

Compartilhe:

As importações de veículos cresceram 299% em Santa Catarina em 2018, segundo dados do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC). Foram movimentados, de janeiro a dezembro, US$ 598 milhões em veículos _ o segundo maior volume de importação no Estado, atrás apenas das cargas de cobre refinado, que lideram a lista.

De acordo com avaliação da Federação das Indústrias de SC (Fiesc), o salto é resultado das operações da General Motors (GM) no Porto de Itajaí, que iniciaram em junho do ano passado. Em sete meses, mais de 16 mil veículos vindos de montadoras na Argentina, no México e nos Estados Unidos desembarcaram em Itajaí para abastecer concessionárias de todo o Sul e o Sudeste do país.

A importação de carros também elevou a participação da Argentina entre os países que exportam para SC. O país fechou o ano na segunda posição entre os que mais enviam produtos ao Estado, com crescimento de 40% em 2018. Só perde para a China.

As operações da GM no Porto de Itajaí ocorreram em caráter de teste durante os primeiros cinco meses. Era necessário avaliar a logística e a qualidade da movimentação, que é considerada delicada. Os carros deixam o porto sem nenhum arranhão, e permanecem temporariamente em um pátio até serem embarcados nas cegonheiras.

Em novembro a APM Terminals, arrendatária do porto, firmou contrato fixo para operação de importação de veículos, com a General Motors, com validade de um ano. O valor da negociação não foi divulgado.

Escalas reiniciam em fevereiro

A última movimentação de veículos no Porto de Itajaí ocorreu em 17 de dezembro. As operações estão suspensas por enquanto, e serão retomadas em fevereiro. A previsão é que o Porto de Itajaí receba, durante a vigência do contrato, duas escalas de navios que movimentam carros todo mês.

Via NSCTotal – Coluna Dagmara Spautz