Notícias

Compartilhe:

Atualmente, mudanças no regime de impostos estão em discussão na Câmara e no Senado

O ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, disse nesta quarta-feira (6) que o governo poderá abrir mão de enviar ao Congresso um projeto próprio de reforma tributária.

A solução em estudo, segundo ele, é unificar em uma comissão mista a discussão que acontece separadamente na Câmara e no Senado e o governo contribuir com sugestões para esse texto em comum. Onyx ressaltou, porém, que ainda não há nada definido.

“Não seria um novo projeto. Seriam ajustes na construção de um grande entendimento entre as duas casas para permitir fluidez. Reforma tributária é uma reforma boa, mas nós sempre tivemos dificuldade de aprovar”, afirmou ao deixar o gabinete do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), após uma breve reunião.

Onyx afirmou que todos os governos tentaram aprovar mudanças no regime de impostos e que, por isso a atual gestão está tentando encontrar “uma fórmula que permita construir um consenso que faça maioria”.

O ministro explicou que a ideia de se criar a comissão mista, integrada por deputados e senadores, está sendo trabalhada e não há prazo definido de quando o governo enviaria as suas sugestões para o Congresso.

Reforma administrativa

Segundo Onyx, a visita ao presidente da Câmara foi para tratar do pacote econômico enviado na terça-feira (5) pelo governo e a perspectiva da apresentação na semana que vem da reforma administrativa.

O ministro disse que o texto não deve ser enviado pessoalmente pelo presidente Jair Bolsonaro, como foi com o pacote econômico, mas que poderá mudar de ideia até lá.

 

Via Gazeta Web