Destaque

0

Compartilhe:

Os 90 aprovados no concurso do Fisco de Santa Catarina aguardam os trâmites do governo para serem nomeados de acordo com as vagas divulgadas no edital do concurso, homologado em janeiro deste ano.

A necessidade da nomeação dos aprovados é unânime entre os auditores fiscais, que avaliam a convocação como urgente, principalmente no sentido de contribuir para que Santa Catarina mantenha a excelente performance em arrecadação de tributos no Estado, que em 2019, por exemplo, foi superior a 100% da média das demais unidades da federação.

Considerando a viabilidade financeira momentânea no Estado, que só é possível justamente pelo trabalho dos auditores fiscais, e com a finalidade de convencimento da administração, o Sindifisco tem realizado reuniões periódicas solicitando o chamamento do novo quadro de servidores.

Mesmo diante de todas as adversidades que tem enfrentado, o Sindifisco trata como prioridade a nomeação dos novos. Para o presidente da entidade, José Farenzena, a nomeação dos aprovados no concurso trará um reforço substancial ao desenvolvimento das ações de combate à sonegação fiscal e à concretização e execução de projetos almejados pela Diretoria de Administração Tributária – DIAT, para o ano de 2020.

Matéria publicada no Relatório 2º Semestre 2019 – Sindifisco – Ed 79.  Disponível em www.sindifisco.or.br > publicações > jornal