Notícias

Compartilhe:

Segundo última Pesquisa Mensal do Comércio (PMC) divulgada pelo IBGE, Santa Catarina teve mais uma vez o pior percentual de vendas no mês de setembro, com variação de – 4,4% no volume de vendas na comparação anual. No acumulado de 12 meses, o índice passou de 1,3% em agosto para 0,8% em setembro, o menor valor registrado desde dezembro de 2003. A receita nominal no acumulado em 12 meses, por sua vez, teve o resultado mais baixo desde outubro de 2006, com 6,8%.

Para a Fecomércio SC, alguns fatores foram determinantes para a retração do consumo catarinense em setembro, entre eles, a inflação persistente, especialmente a dos alimentos, que saltou de – 0,15%, em agosto, para 0,78% em setembro. Somado a isso, tem-se o crédito restrito, reforçado pelas elevadas taxas de juros, um panorama que está associado a uma perspectiva de deterioração da renda e do emprego por parte das famílias.

No contexto nacional, o volume de vendas no varejo cresceu 0,4%, na comparação com entre agosto e setembro de 2014, e a receita nominal teve 0,7% de aumento. Em dois meses consecutivos a PMC revela dados positivos nestes itens. Apesar do resultado positivo, a entidade explica que o comércio varejista brasileiro continua em desaceleração no acumulado de 12 meses, com indicadores negativos quando comparados a 2013, como é o caso de Santa Catarina.

Confira a pesquisa completa aqui.

 

Via ADJORI