Notícias

Compartilhe:

Iniciativa é liderada pelo grupo conhecido como “Os Milionários Patrióticos”

Um grupo de mais de 200 milionários defendeu que as classes ricas paguem uma parcela mais justa de impostos, em carta aberta divulgada nesta quarta-feira (18), no âmbito do Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça. “Vocês, nossos representantes globais, devem tributar a nós, os ultrarricos, e devem começar agora”, exortam os signatários do documento.

O texto afirma que o mundo atravessa uma “era de extremos”, com escalada da pobreza, das desigualdades socioeconômicas, do nacionalismo antidemocrático e vulnerabilidades ecológicas e climáticas. “Por que, nessa época de crises múltiplas, vocês continuam a tolerar a riqueza extrema?”, questiona.

Os milionários acrescentam que, nos dois primeiros anos da pandemia, os 10 homens mais ricos do mundo dobraram suas riquezas, enquanto 99% da população teve queda na renda. “A solução é simples para todos verem. “Tributem os ultrarricos e faça isso agora”, reiteram.

O grupo também critica o que considera uma falta de debates mais sólidos sobre as disparidades sociais nó Fórum de Davos. Pede ainda que a construção de uma economia justa deve começar imediatamente. “Esse não é um problema que pode ser deixado para nossos filhos”, diz.

A iniciativa é liderada pelo grupo conhecido como “Os Milionários Patrióticos”, uma organização apartidária que promove uma reestruturação do sistema tributário para torná-lo mais progressivo.

Fonte: Estadão – Via Fenafisco