Notícias

bff42d2e03918f33c222499a884dab0a18957351

Compartilhe:

O aumento da pobreza e da fome em Santa Catarina e no Brasil foi o assunto levado à tribuna pelo deputado Fabiano da Luz (PT), na sessão ordinária desta quinta-feira (19). Há 355 mil pessoas vivendo em situação de extrema pobreza no estado – 17,8% a mais do que havia em março do ano passado, no início da pandemia, conforme dados do Cadastro Único do Ministério da Cidadania.

Os dados relatados pelo deputado foram publicados em matéria veiculada pela NSC Comunicação. “As cinco maiores cidades de Santa Catarina têm hoje 20% de todas as pessoas que vivem com menos de R$ 89 por mês”, informou Fabiano. Ele acrescentou que o estado tem 134 municípios no mapa da insegurança alimentar.

No cenário nacional, há 113 milhões de pessoas (mais da metade da população brasileira) nessa situação. Por outro lado, 66 novos bilionários surgiram em 2020. “É o resultado desse governo. Para aumentar os bilionários tem que aumentar os miseráveis”, argumentou o parlamentar. Para ele, a fome é resultado direto da destruição das políticas sociais e do descontrole dos preços. “O governo Bolsonaro brinca com a vida das pessoas, não apenas na questão da pandemia, mas na destruição das políticas fundamentais para a nutrição”, disse.

Via Alesc