Notícias

Compartilhe:

Estado é o único do país que teve plantas frigoríficas liberadas para exportar ao Canadá

Após o Canadá habilitar sete frigoríficos de Santa Catarina para exportar carne suína ao país norte-americano, entidades esperam aumento das exportações e consequente alívio para o setor que enfrenta dificuldades. O Estado é o maior exportador de suínos do Brasil — com 55,85% do total do país.

As plantas frigoríficas habilitadas foram em Chapecó, Itapiranga, São Miguel, Videira, Joaçaba, Presidente Getúlio e Rio do Sul. Poderão vender ao país somente frigoríficos de Santa Catarina porque quando o ministério fez a solicitação, apenas o Estado tinha o reconhecimento de área livre de febre aftosa sem vacinação, que é exigido pelo Canadá.

De acordo com o Sindicarne, as negociações de empresas catarinenses com o Canadá devem ocorrer nos próximos 10 dias, quando será possível ter uma expectativa do volume a ser exportado. 

Essa liberação de novas plantas é recebida com alívio pelos produtores de suínos de Santa Catarina, que vêm enfrentando crise em função dos altos custos de produção e baixo consumo, conforme já havia destacado o vice-presidente da Federação da Agricultura e Pecuário do Estado de Santa Catarina (Faesc), Enori Barbieri.

O Canadá é o terceiro maior exportador global de carne suína, mas também é um importante comprador internacional, com compra de cerca de 250 mil toneladas registradas ao longo de 2021. Ou seja, a demanda pela produção catarinense deve ser grande. 

SC é destaque na suinocultura do país

Entre janeiro e maio de 2022, o Brasil exportou 409,6 mil toneladas de carne suína. Desse total, 228,7 mil toneladas foram exportadas por Santa Catarina (55,85% de todo o volume nacional), segundo dados da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA). As vendas totalizaram 507,2 mil dólares. 

Juntos, os três estados do sul do país — Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná — corresponderam a mais de 94% das exportações do país neste ano.

O principal comprador é a China. Na sequência do ranking de paídes compradores da carne suína catarinense aparecem Filipinas e Chile. Segundo o Sindicarne, os Estados Unidos vêm crescendo bastante também e devem aparecer como um dos principais destinos nos próximos relatórios.   

Países que mais compram carne suína de SC

  1. China
  2. Filipinas
  3. Chile
  4. Hong Kong
  5. Japão
  6. Argentina
  7. Estados Unidos
  8. Rússia
  9. Singapura
  10. Geórgia
  11. Uruguai

Via Diário Catarinense