Notícias

Compartilhe:

A pandemia do coronavírus fez com que a população encontrasse novas formas de fazer dinheiro. De acordo com o Portal do Empreendedor, cerca de 2,6 milhões de brasileiros se tornaram microempreendedores individuais (MEI) em 2020, alcançando um total de 11,3 milhões de MEIs ativos.

O regime tributário criado há 10 anos pela Lei Complementar 123/2006, incentiva a formalização dos profissionais autônomos.

Podem aderir ao programa negócios que faturam até R$ 81 mil por ano e que tenham no máximo um funcionário. Entre os benefícios dados aos MEIs estão a inscrição no CNPJ, direito à previdência social, modalidade de tributação simplificada e a emissão de notas fiscais.

O processo é fácil, prático e pode ser feito totalmente online através do site. Para quem já é cadastrado, é necessário fazer a declaração anual de rendimento do MEI (DASN-SIMEI), que já teve início e vai até o dia 31 de maio de 2021.

Via Portal Contábil