Notícias

porto

Compartilhe:

O dobro da média nacional. Esta foi a expansão alcançada pela economia de Santa Catarina de janeiro a outubro deste ano frente aos mesmos meses do ano passado. Segundo o Índice de Atividade Econômica Regional de Santa Catarina (IBCR-SC) calculado pelo Banco Central e considerado uma prévia do Produto Interno Bruto (PIB), SC cresceu 2,89% no acumulado do ano enquanto a média nacional teve expansão de 1,4%. O indicador apurou também alta de 0,65% em outubro em relação ao mês anterior, setembro, e de 4,96% na comparação com o mesmo mês de 2017.

No país, a economia ficou praticamente estagnada, com alta de 0,02% em outubro frente a setembro e cresceu 2,99% ante outubro do ano passado. O Observatório da Federação das Indústrias de SC (Fiesc) comparou SC frente às demais unidades da federação. No ano, o Estado ficou atrás somente do Amazonas, que cresceu 4,1% e do Espirito Santo, que teve expansão de 2,9%, quase igual ao resultado catarinense.

O indicador calculado pelo BC considera os dados do IBGE sobre agricultura, indústria, comércio e serviços. Segundo técnicos do observatório, em outubro, o índice foi puxado principalmente pelos resultados de Santa Catarina, Amazonas, Rio Grande do Sul e Minas Gerais. O crescimento do IBCR por região, no ano, é liderado pelo Norte com 2,1%, seguido pelo Sul 1,7%, Sudeste 1,2% e Centro-Oeste 0,4%. O Nordeste teve resultado negativo de 0,2%, mostrando que é a região com mais dificuldades para voltar a crescer.

 

Via NSCTotal – Coluna Estela Benetti