Notícias

Compartilhe:

Empreendedores catarinenses abriram 167.433 empresas no período de janeiro a setembro deste ano, 0,33% mais do que no mesmo período de 2021, quando foram criados 161.975 novos negócios, segundo dados da Junta Comercial do Estado (Jucesc). Mas como o número de empresas extintas foi maior este ano, 62.007 frente a 50.750 no ano passado, o saldo ficou 5,2% menor.

Também no mesmo período houve um aumento leve no número de Microempreendedores Individuais (MEIs), tipo de pequeno negócio que lidera no país. Do total de empresas constituídas em 2022 em SC, 127.757 são MEIs, o que corresponde a 76,2%. 

No mesmo período do ano passado, foram criados 120.379 MEIs, 74,32% do total de negócios abertos.

Ainda segundo a Jucesc, neste ano, até setembro, foram criadas 4.683 empresas de pequeno porte e 4.691 empresas de outros portes. Em 2021, foram abertas 4.748 empresas de pequeno porte e 4.607 de outros tipos.

O saldo menor de empresas no período de janeiro a setembro não surpreende porque a economia catarinense está num ritmo menor de atividades este ano. Assim, menos negócios conseguem se sustentar num mercado disputado e ainda afetado pelas altas taxas de inflação registradas em 2021 e até meados deste ano. 

Enquanto em 2021, a alta do Produto Interno Bruto (PIB) do Estado foi estimada em 8,3% pela Secretaria de Desenvolvimento Sustentável (SDE), para este ano o ritmo está mais parecido com a média nacional. 

No período anualizado até junho, a projeção da SDE é de alta do PIB de 2,7%, muito parecido com o nacional calculado pelo IBGE em 2,6%.

Via NSCTotal – Coluna estela Benetti