Notícias

Compartilhe:

Santa Catarina é oficialmente o estado com a maior movimentação portuária do Sul do Brasil. Em 2021 os portos catarinenses ultrapassaram os vizinhos paranaenses e gaúchos em total de cargas transportadas. Foram 65,7 milhões de toneladas, um avanço de 26,8% em relação ao ano anterior. 

 O crescimento catarinense foi o mais expressivo entre os estados litorâneos do Centro-Sul e quase cinco vezes maior que a média brasileira, de 4,75%. Os dados constam no anuário da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq).

O resultado é reflexo do crescimento da economia catarinense, que também está em um ritmo acima da média nacional. O crescimento no Rio Grande do Sul foi de 15%, para um total 64,8 milhões de toneladas. Já o Paraná ficou praticamente estável, com uma variação positiva de 0,1% (total de 57,1 milhões de toneladas).

O crescimento acelerado dos portos catarinenses também evidencia o acerto do Governo do Estado em alocar recursos próprios na duplicação das BRs 470 e 280. Além da BR-101, estes são os principais corredores que levam aos terminais portuários de Santa Catarina.

arte_12

Existem várias explicações para a liderança atual de Santa Catarina. Entre elas, a continuidade e o aperfeiçoamento da eficaz política fiscal agressiva estadual. Com impostos mais baixos, criamos o “dinheiro novo”. Empresas que se instalaram aqui e fazem a entrada de seus produtos para distribuição no Brasil todo, via portos catarinenses. 

A logística, investimentos e a qualidade de nossos portos, a desvalorização do real frente ao dólar que facilitou as exportações, o fim dos embargos à carne e a indústria catarinense que não parou durante a pandemia também explicam os números.

E há otimismo com os recursos que o governo do Estado está investindo em rodovias federais importantes para o escoamento da produção até os nossos portos, como nas BRs 470 e 280.

Via NSCTotal – Coluna Renato Igor