Notícias

Compartilhe:

Apesar de ser o vigésimo estado em área territorial no Brasil, Santa Catarina liderou a aplicação de recursos públicos em agricultura em 2021. Com R$ 800 milhões em recursos estaduais destinados ao setor, o investimento catarinense ficou à frente do Paraná (R$ 736 milhões) e da Bahia (R$ 658 milhões), segundo e terceiro estados no ranking, respectivamente. 

São Paulo, que já foi líder de investimentos no setor em 2018, aparece em quarto lugar, com R$ 603 milhões aplicados. Os dados levam em conta as despesas pagas por cada estado e são do Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro, do Tesouro Nacional.

A maior parte dos investimentos de Santa Catarina são feitos por meio da Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural (Epagri) e pela Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc). 

A Epagri atende mais de 118 mil famílias rurais e é responsável pela política estadual de pesquisa, transferência e difusão de tecnologia, de assistência técnica e extensão rural. A empresa tem 13 centros de treinamentos, nove estações experimentais e mais quatro centros especializados. 

O cálculo da Epagri é que as tecnologias e ações que foram adotadas pelos agricultores renderam ao Estado R$ 3,52 bilhões em 2021. Já a Cidasc é responsável pelas ações de sanidade animal e vegetal.

Via NSCTotal – Coluna Estela Benetti