Destaque

Reunião RS

Compartilhe:

Um dos destaques da pauta foi a troca de experiências sobre a migração patrocinada de servidores para a Previdência Complementar

Em reuniões realizadas entre quinta e sexta-feira (9 e 10 de setembro) em Porto Alegre (RS), as diretorias do Sindifisco/SC e do Sindifisco-RS discutiram três assuntos de interesse comum aos auditores fiscais catarinenses e gaúchos: as estratégias para minimizar o impacto da Reforma Administrativa (PEC 32) para as carreiras, a atuação conjunta dos Estados do Sul junto à Fenafisco e a implantação do Regime de Previdência Complementar.

“O contato com o Fisco gaúcho foi extremamente positivo e deve qualificar a nossa análise do PLC que cria o programa de incentivo à migração patrocinada dos servidores públicos para a Previdência Complementar”, disse o presidente José Antônio Farenzena.

O Sindifisco catarinense convidou o vice-presidente do Sindifisco-RS, o auditor fiscal Celso Malhani de Souza, para bate-papo virtual com os auditores fiscais de SC. Considerado um dos maiores especialistas do Brasil e com reconhecida atuação na Diretoria de Aposentados e Pensionistas da Fenafisco, Malhani deve traçar um panorama sobre o Regime de Previdência Complementar que vem sendo implantado pelos Estados.

Zeca acredita que exemplos do que deu certo – e também do que deu errado – são fundamentais para o grupo de auditores fiscais do Sindifisco/SC que está analisando o PLC que tramita na Assembleia Legislativa e cria programa de incentivo à migração patrocinada dos servidores públicos para a Previdência Complementar. “Assim como já fizemos na Reforma da Previdência, vamos voltar a unir forças com outras carreiras e sugerir ajustes ao PLC que contemplem todo o funcionalismo”, completou.

Assessoria de Comunicação Sindifisco