Notícias

Compartilhe:

Cidade teve direito a maior fatia do valor total, de R$ 93 milhões

Joinville vai receber R$ 2,9 milhões de um repasse feito ao Governo do Estado do segundo maior leilão do Pré-Sal, realizado em dezembro de 2021. A maior cidade catarinense teve direito a maior fatia do valor total, de R$ 93 milhões.

Segundo a prefeitura, a receita de quase R$ 3 milhões será integralmente usada na infraestrutura. O valor não será vinculado a uma obra específica, mas servirá para as intervenções gerais a serem executadas na cidade.

Outros 198 municípios catarinenses também tiveram direito ao repasse de verbas. Além de Joinville, as cidades que mais receberão são Florianópolis, com R$ 2,8 milhões, e Itajaí, com R$ 2,7 milhões.

Os valores repassados ao Estado são da distribuição dos bônus de assinatura do leilão dos excedentes da cessão onerosa dos campos de Sépia e Atapu. Do total de R$ 93 milhões repassado para Santa Catarina, R$ 72 milhões ficarão para as cidades, o que representa 77% dos recursos.

O bloco do Pré-Sal Sépia rendeu R$ 7,1 bilhões no leilão, enquanto no bloco Atapu foram R$ 4 bilhões. Ao todo, o Governo Federal recebeu R$ 11 bilhões, sendo que R$ 7 bilhões serão distribuídos aos estados e municípios. O valor foi pago pelos consórcios que venceram o leilão.

Veja os valores por cidade de SC:

Repasses são do segundo maior leilão de petróleo e gás do mundo

Esse é considerado o segundo maior leilão de petróleo e gás do mundo. Em 6 de novembro de 2019, o governo de Santa Catarina recebeu R$ 207 milhões no megaleilão do pré-sal dos campos de Búzios e Itapu. O Estado ficou com o segundo menor valor entre todas as unidades da federação, à frente apenas do Distrito Federal.

Na época, os 295 municípios de Santa Catarina receberam R$ 207 milhões dos recursos arrecadados pela União no leilão dos excedentes da cessão onerosa de dois campos de exploração de petróleo na Bacia de Santos.

Via NSCTotal