Notícias

Compartilhe:

Secretários foram anunciados nesta semana

O desafio inicial de Jorginho Mello (PL) a partir de janeiro de 2023 será na Procuradoria-Geral do Estado. A opinião é de uma fonte política, em conversa reservada com a coluna, e que que tem amplo conhecimento da máquina pública catarinense e suas relações de poder.

Segundo o político, os nomes indicados pelo governador eleito saberão “tocar” as suas pastas por terem experiência e trânsito político e respaldo dos setores, como são os casos de Valdir Colatto, na Agricultura, e Carmen Zanotto, na Saúde.

O renomado e competente advogado Márcio Vicari será o chefe da Procuradoria-Geral do Estado. Diz a fonte ouvida pela coluna que este é um grande desafio para Jorginho, pois a PGE tem um quadro de muita competência mas também com um forte corporativismo.

Trata-se de um órgão consultivo do governador e que presta um relevante serviço em defesa do Estado. O primeiro processo de impeachment de Moisés, não podemos esquecer, surgiu ali após a ideia de equiparação salarial com os procuradores da Alesc.

Via NSCTotal – Coluna Renato Igor