Notícias

Compartilhe:

O governador Carlos Moisés (Republicanos) encaminhou nesta sexta-feira (25) um ofício ao governador eleito, Jorginho Mello (PL), e ao grupo de transição, em que coloca o governo à disposição para propor emendas à Lei Orçamentária Anual, a LOA, que está em análise na Alesc.

No documento, Moisés diz que está disposto a propor as alterações necessárias para que o próximo governo possa honrar os compromissos de campanha, e cita como exemplo o projeto de concessão de universidade gratuita no sistema Acafe. O texto alerta, no entanto, para os prazos do Legislativo e para a definição de onde sairão os recursos.

“Saliento que, devido ao calendário do Poder Legislativo para o trâmite das matérias em final de exercício, a resposta deve se dar em prazo razoável, para que seja possível a readequação das receitas e despesas, definindo em tempo hábil as fontes de recursos para os projetos da sua gestão”.

No ofício, Moisés cumprimenta formalmente Jorginho pela vitória nas eleições e deseja “sucesso à frente do Governo de Santa Catarina”. Até agora, o atual governador e o governador eleito ainda não se encontraram pessoalmente. Logo após o segundo turno, Moisés fez um convite ao Jorginho para que os dois se reunissem na Casa d´Agronômica. A equipe do senador informou que ele estava em Brasília, não poderia comparecer, e até agora a visita foi adiada.

A equipe de Moisés diz que a ordem na Agronômica é “facilitar ao máximo” o processo de transição.

Via NSCTotal – Coluna Dagmara Spautz