Notícias

Compartilhe:

O bom momento vivido por Santa Catarina na geração de empregos pode ser exemplificado pelos dados de Joinville e Blumenau. No primeiro bimestre do ano, as duas cidades ficaram entre as dez que mais criaram vagas formais de trabalho no Brasil, à frente de importantes capitais como Porto Alegre, Recife, Fortaleza, Manaus e Belém. Os dados constam do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado pelo Governo Federal nesta segunda-feira, 29.

Na avaliação do governador Carlos Moisés, o resultado da Caged mostra que o estado passa por um momento de pleno emprego. Até fevereiro, foram abertos 51,9 mil postos formais de trabalho. O chefe do Executivo estadual destaca que, além de Joinville e Blumenau, mais de 80% das cidades catarinenses registraram saldo positivo neste começo de ano.

“Joinville e Blumenau possuem tanto indústria quanto um setor terciário muito fortes. Isso ajuda a explicar esses números tão positivos. Nós viemos de um ano de 2021 muito bom, quando tivemos a maior geração de empregos da nossa história em Santa Catarina. Estamos confiantes de que 2022  será tão bom quanto ou até melhor. É que esses dois primeiros meses do ano apontam”, relata Moisés.

Veja abaixo o ranking das dez cidades brasileiras que mais geraram empregos até fevereiro

  1. São Paulo – 50.963
  2. Curitiba – 17.064
  3. Rio de Janeiro – 15.570
  4. Goiânia – 10.876
  5. Brasília – 10.439
  6. Salvador – 8.440
  7. Belo Horizonte – 7.207
  8. Vacaria (RS) – 5.894
  9. Joinville – 4.187
  10. Blumenau – 4.168

 

Via Governo do Estado de SC