Notícias

Compartilhe:

 BR-470

A arrecadação de impostos, taxas e contribuições federais em Santa Catarina alcançou novo recorde em 2021 e passou de R$ 72 bilhões, um aumento superior a R$ 23 bilhões (46%) na comparação com 2020. O valor arrecadado pela União em Santa Catarina é maior do que a soma de todos os impostos, taxas e contribuições estaduais e de todos os 295 municípios somados. Se considerar também as receitas previdenciárias, a mordida federal nos catarinenses fica ainda maior: R$ 97 bilhões.

O dado foi divulgado pela Receita Federal nesta quarta-feira (26), justamente num momento em que a sociedade civil catarinense se revolta com cortes nos orçamentos para obras em Santa Catarina. Na prática, o Governo Federal age como se o nosso estado não existisse e os votos dos catarinenses não tivessem valor.

Mesmo não tendo arrecadado nem metade do que arrecada o Governo Federal, é o Governo do Estado quem financiará a maior parte das obras em rodovias federais ao longo de 2021, com os R$ 465 milhões disponibilizados pelo governador Carlos Moisés, com aval da Assembleia Legislativa.

O descaso do Governo Federal para com Santa Catarina é um golpe duro em quem acreditou no discurso de “menos Brasília, mais Brasil”.

À população, também cabe questionar o interesse de políticos catarinenses que, cientes de todo esse abandono, ainda assim colam na imagem do presidente Jair Bolsonaro.

Contanto que tenham benefícios eleitorais, parecem não se importar de agir como cúmplices dos prejuízos econômicos e humanos que a falta de investimentos federais traz ao povo catarinense. Teriam coragem, por exemplo, de comparecer ao velório de uma vítima da carnificina que é a BR-470?

Via NSCTotal – Coluna Renato Igor