Notícias

Compartilhe:

O Alto Vale do Rio do Peixe recebeu um importante volume de recursos do Governo do Estado na noite desta quinta-feira, 2. Durante solenidade em Videira, o governador Carlos Moisés autorizou o repasse de R$ 112 milhões para investimentos nos municípios da região. A principal obra confirmada por Carlos Moisés foi o Contorno Norte de Videira, que terá um aporte de R$ 82,1 milhões, dos quais R$ 54 milhões serão pagos com recursos estaduais. A duplicação de um trecho da SC-135 e a finalização do contorno viário de Rio das Antas também foram garantidas pelo chefe do Executivo estadual.

Em seu discurso, o governador afirmou que a atual distribuição dos recursos é fruto da boa gestão das finanças públicas. De acordo com ele, o municipalismo já é uma marca consolidada do Governo do Estado. Por meio da revisão de contratos e do enxugamento da máquina pública, o dinheiro consegue chegar aos municípios.

“Nós percebemos que aqui a cidade se desenvolve muito, então o recurso precisa voltar para cá. São mais de R$ 112 milhões para a região. O Governo está fazendo esse movimento municipalista, pois nós precisamos tirar o dinheiro do governo central e colocar nas cidades, que é justamente onde a vida acontece. Estamos fazendo esses convênios para obras estruturantes, como é o caso do Contorno Norte de Videira, uma solicitação de mais de 30 anos aqui da região”, frisa o governador.

O prefeito Dorival Borga reforça a importância do movimento municipalista implementado pela atual gestão do Governo do Estado. Segundo ele, a descentralização dos recursos é essencial para que as prefeituras consigam retirar os projetos do papel.

“Nós queremos destacar o olhar diferente do governador Carlos Moisés, com essa forma de gerir o Estado que auxilia os municípios a realizarem grandes projetos, como é o caso aqui do Contorno Norte de Videira. Trata-se de um projeto que vai desenvolver não apenas Videira, mas toda a região. Hoje, o Estado nos ajuda a resolver problemas crônicos, como a segurança no trânsito”, afirma.

Importância do Contorno Norte

O Contorno Norte de Videira será uma nova rodovia com aproximadamente 22,5 quilômetros de extensão, ligando as SCs 135 e 464 pela parte setentrional do município. A estrada ajudará a retirar o tráfego pesado de veículos do Centro da cidade e também auxiliará na ligação de municípios como Iomerê, Salto Veloso, Arroio Trinta e Rio das Antas. O custo total está estimado em R$ 82,1 milhões, dos quais R$ 54 milhões virão do Governo do Estado, pelo Plano 1000.

O agricultor Janir Vanderlei Dal Pizzol (foto) é morador da Linha Farroupilha, onde começará o trajeto do contorno a partir da SC-135. Ele diz que, além de auxiliar no escoamento da produção, o contorno também trará mais qualidade de vida sem a lama e o barro na frente de sua propriedade. “Com o asfalto, vai ser outra realidade. Muda tudo, não tem como comparar. Até a nossa propriedade vai valorizar”, aposta Dal Pizzol.

O empresário Gilberto Pereira da Silva aposta também num crescimento do turismo na região com a construção do contorno. Ele conta que está construindo um centro de eventos junto ao traçado da futura estrada. “Hoje a gente tem muita dificuldade com a estrada de barro. Os agricultores quase não conseguem escoar a sua produção. A construção do contorno vai beneficiar as empresas e também o turismo, pois o asfalto traz um acesso facilitado. E a estrada fica perto da área urbana”, projeta Silva.

Outras ações

O Governo do Estado também garantiu a liberação de R$ 3,6 milhões para a duplicação de um trecho de 1,3 quilômetro da SC-135, no perímetro urbano de Videira. A ordem de serviço está assinada. Além da ampliação de capacidade, a intervenção trará mais segurança para motoristas e pedestres. Será construída uma mureta entre as pistas e haverá um novo trevo na entrada do Bairro Alto da Boa Vista, que sofre com um alto índice de acidentes.

O empresário Jackson Antonio Zanol (foto) será duplamente beneficiado pela obra. Ele mora no Alto da Boa Vista e tem a sua empresa, uma fábrica de carrocerias, às margens do trecho que será duplicado. “O principal é que essa obra trará mais segurança para quem anda por aqui. Nós já tivemos que acudir muitas pessoas na entrada do bairro, pois aquele trecho é muito inseguro. Faz muito tempo que estamos lutando por essas melhorias e ficamos muito satisfeitos que ela será realizada a partir dos próximos dias”, diz Zanol.

Outra importante obra que será retomada é o contorno viário de Rio das Antas. Atualmente, a SC-135 já está passando por restauração e ampliação da capacidade no trecho entre Caçador e Videira, porém o contorno de Rio das Antas está paralisado desde 2014. O governador assinou a liberação de R$ 7,8 milhões para relicitar os serviços.

Também foram assinadas as liberações de R$ 4 milhões para a pavimentação da área industrial de Campina Alta, R$ 2,5 milhões para a construção de um centro educacional e R$ 1 milhão para a edificação de um ginásio no Bairro Panazollo, o mais antigo de Videira. A Associação dos Amigos dos Autistas (AMA) de Videira receberá R$ 3 milhões para a construção de uma sede própria e a Apae do município terá direito a R$ 1,5 milhões para melhorias na infraestrutura.

Repasse para os municípios da Amarp

A noite teve ainda a liberação de quase R$ 35 milhões para as demais cidades da Associação dos Municípios do Alto Vale do Rio do Peixe (Amarp). Os recursos atenderão demandas das prefeituras.

:: Abaixo a relação de municípios contemplados:

  • Arroio Trinta – R$ 650 mil
  • Caçador – R$ 2,75 milhões
  • Calmon – R$ 1,35 milhão
  • Fraiburgo – R$ 2,6 milhões
  • Ibiam – R$ 6,88 milhões
  • Iomerê – R$ 1,1 milhão
  • Lebon Régis – R$ 3,2 milhões
  • Macieira – R$ 2,45 milhões
  • Matos Costa – R$ 1,7 milhão
  • Pinheiro Preto – 1,07 milhão
  • Rio das Antas – R$ 1,55 milhão
  • Salto Veloso – R$ 2,67 milhões
  • Tangará – R$ 1,75 milhão
  • Timbó Grande – 4,21 milhões
  • Videira – R$ 650 mil

Via SEF/SC