Notícias

Compartilhe:

Tema foi debatido em reunião nesta quinta-feira (27), na qual não houve consenso sobre o formato final da proposta

Com a forte resistência do mercado financeiro, o governo federal discute desidratar a PEC dos Combustíveis e manter apenas a previsão de redução de tributos sobre o diesel na iniciativa que deve ser apresentada em fevereiro ao Congresso Nacional.

O tema foi discutido em reunião nesta quinta-feira (27) no Palácio do Planalto, na qual não houve consenso sobre o formato final da proposta. Segundo assessores palacianos, a desidratação da iniciativa tem apoio junto à equipe econômica.

Nos últimos dias, o Palácio do Planalto recebeu críticas de empresários e congressistas de que a possibilidade de redução ou isenção temporária do PIS/Cofins e do ICMS sobre combustíveis e energia é inviável diante do atual quadro fiscal.

Via CNN