Notícias

Compartilhe:

A economia de Santa Catarina voltou a crescer em novembro de 2021, após registrar três recuos consecutivos. O IBC (índice de Atividade Econômica) do Banco Central, considerado uma prévia do PIB, teve avanço de 1,7% em relação a outubro na série livre dos efeitos sazonais.

De acordo com análise do Observatório Fiesc, foi o maior resultado entre os Estados brasileiros. No país, o crescimento foi de 0,7% no mesmo período. Os dados foram divulgados ontem pela Fiesc.

No acumulado de 2021, o Estado registrou expansão de 6,3%, superior à média nacional de 4,6%. A taxa de crescimento da atividade econômica catarinense em 2021 (janeiro-novembro) foi a terceira maior do país, atrás apenas do Espírito Santo e Rio Grande do Sul.

Conforme dados do IBGE, em novembro, a indústria geral registrou o maior crescimento entre os setores da economia em Santa Catarina, com expansão de 5%, após dois meses consecutivos de recuos.

Via Coluna Mercado – NDmais edição 27/01/22