Notícias

Compartilhe:

Mulher no comando da Fazenda

Em pleno século 21, algumas funções públicas continuam no ineditismo em se tratando de ocupação por minorias. Basta olhar as fotos das autoridades e convidados nas grandiosas mesas de reuniões ou nas primeiras fileiras das poltronas à frente dos auditórios e verificar, nos presentes, o percentual de mulheres.

Tanto quanto o sistema de governo que, “lenta e gradualmente”, abre caminhos para a democracia, assim, a condução da gestão pública, aos poucos, vai se adequando ao “modus operandi” de quem, com muita capacidade e gentileza, sem arredar da firmeza, realiza o trabalho.

Desta sorte, pela primeira vez em Santa Catarina, a pasta mais importante do Executivo estadual é ocupada pela contadora de carreira, Michelle Patricia Roncálio, que assume, por 30 dias, nas férias do titular, auditor fiscal, Paulo Eli. Ao ser questionada sobre as ações, sua resposta de pronto: “desafios, mesmo que em curto período”. Aliás, é do seu perfil; tanto na academia como professora, nas funções de contadoras no CRC-SC, na carreira de contadora pública e também nas diversas funções de direção, a secretária adjunta tem demonstrado conhecimento, firmeza e norte na condução dos trabalhos.

Grande parceira
Dentre as idealizações, de cadeira menciona-se a criação do curso de pós-graduação em contabilidade pública e auditoria interna, direcionado ao contingente das áreas respectivas e realizado na extinta Escola Fazendária. No mesmo ambiente, muito contribuiu ao reconhecimento da instituição, pelas administrações fazendárias, em nível nacional.

E tem mais

No intervalo, sobraram também alguns abacaxis a serem descascados, como a situação do encaminhamento do projeto de lei que trata das discussões sobre os vetos derrubados pelo Parlamento, a revisão das alíquotas do leite e as tarefas do dia a dia. Como o mar está tranquilo e a arrecadação batendo recordes, tudo se torna mais leve. A começar pelo balanço geral apresentado, na última segunda, aos conselheiros do Tribunal de Contas, onde os números enchem os olhos, até dos que costumam contestar.

Conquistando espaços

Respondendo pela secretaria até 3 de maio, próximo a celebrar o dia internacional da mulher (8/5), na própria Fazenda, outras colegas fazem companhia nas diretorias e em diversas gerências. As conquistas de espaços nascem de iniciativas conjugadas, tal qual num casamento, onde respeito, liberdade, tomadas de decisões são prerrogativas compartilhadas em todas as circunstâncias.  Em Santa Catarina, a vice-governança é contemplada com mulher; no comando da Fazenda, a história se repete.

Eleições Sindifisco

Com chapa pura, os resultados das eleições do Sindifisco era o esperado. Dos filiados, 70% compareceram e, destes, 93% cravaram chapa 1. Com a recondução na presidência, José Farenzena e a maioria dos diretores têm pela frente novos e grandes desafios. Sucesso!

Diferencial de alíquota
As decisões do fisco estadual sobre o Diferencial de Alíquota – Difal, a ser cobrado a partir do dia 1º de abril, é real. Embora haja muita discussão nos bastidores e país afora, a respeito da constitucionalidade e da vigência, por aqui a situação está sacramentada.

Imposto de renda

Prorrogada do dia 29 de abril para 31 de maio a declaração de imposto de renda da pessoa física. Com esse prazo longo, é bom não cochilar, pois o Leão não é manso.

Refletindo
“A 20ª Caminhada das Santas, liderada pelos doutores Irmoto Feuerschuette e Volnei Pereira (9 a 15/4), terá como acompanhantes 27 peregrinos. Que façam com saúde, fé e harmonia”. Uma ótima semana!

 

Por Pedro Hermínio Maria – Auditor fiscal da Receita Estadual de SC