Notícias

montagem cidades

Compartilhe:

Blumenau e Florianópolis subiram e Joinville perdeu posições na quarta edição do Ranking Serviços de Cidades Inteligentes, organizado pela consultoria Teleco, Associação Brasileira de Infraestrutura para Telecomunicações (Abrintel) e Conexis Brasil Digital, que representa empresas de telecomunicações. Os resultados foram divulgados nesta quinta-feira (25).

O estudo avalia como as 100 maiores cidades brasileiras em população oferecem serviços básicos ao cidadão por meio de ferramentas digitais, como internet e celular. São cerca de 20 indicadores (veja abaixo) considerados em áreas como mobilidade urbana, educação, saúde, meio ambiente e governança. Quanto mais serviços oferecidos pela cidade, maior a nota, que varia de 0 a 5.

Do trio catarinense, Blumenau alcançou a melhor colocação no ranking nacional. Ficou no sexto lugar geral, avançando 28 posições em relação à edição a anterior, quando aparecia em 34ª. Já Florianópolis saltou da 91ª para a 79ª colocação. Joinville, por outro lado, recuou do 55º para o 68º lugar.

O levantamento também considera indicadores da gestão municipal – serviços que não são diretamente usados pelo cidadão. Neste caso, leva em conta indicadores como semáforos inteligentes, câmeras de vigilância, monitoramento de bueiros, prontuário médico e limpeza e iluminação públicas.

O que o ranking considera

Indicadores de serviços utilizados diretamente pelo cidadão

Mobilidade urbana

– Estacionamento (zona azul) – Estacionamento (sensor de vagas) – Bicicletas (aluguel) – Controle de trânsito (orientação ao usuário) – Transporte público (bilhete eletrônico) – Transporte público (horários)

E-Gov

– Consulta de processos administrativos – Emissão de licenças, certidões, permissões e outros – Emissão de boletos de tributos ou outros de pagamento – Realizar agendamento de atendimentos, serviços, outros – Serviços de informações de turismo, cultura, geo e outros

Educação/Saúde

– Agendamento de consultas, exames e internação – Utilização do celular/tablet na sala de aula – Matrícula online – Acesso remoto a tarefas e conteúdos educacionais

Meio ambiente

– Medidores inteligentes de energia (consulta pelo usuário) – Coleta de lixo – Informações para usuário (qualidade do ar, temperatura, ruído, chuva, nível de ruído, nível dos rios) – Defesa Civil (alertas)

Via NSCTotal – Coluna Pedro Machado